sábado, 30 de junho de 2012

CRIANÇA FELIZ...

Eu me lembro que quando criança a vida era linda. Minhas maiores preocupações era conseguir ficar ate mais tarde na rua brincando de pique esconde, ou jogando super Nintendo. Subia no pé de mangueira para comer manga com sal, andava de bicicleta sem as mãos, e não via a hora do sinal bater, avisando a chegada do recreio na escola... Morria de medo dos filmes do brinquedo assassino, e do deformado Freddy krueger!!! Adorava os domingos, pois nele toda a família se sentava a mesa para um almoço em que quase sempre acabava em bate boca, mas ao  menos estávamos todos juntos! Antes de dormir orava a DEUS pedindo que minha mãe nunca morresse, que ela fosse eterna como os vampiros, pedia que a professora de matemática faltasse no dia seguinte, que meus irmãos deixassem de ser tão chatos comigo. Tomava banho de chuva com toda a criançada da rua, pulava o muro do vizinho para pegar a bola que inevitavelmente insistia em cair la, mesmo ele avisando que da próxima vez não a devolveria. Não sabia  que existiria  Facebook, ou Youtube, e menos ainda blogger... Meus maiores recados e não menos importante eram enviados por bilhetes, de mão em mão, sem que o professor visse. De vez em quando mesmo sem querer ia a igreja, e enquanto minha mãe prestava atenção no que o padre falava eu tocava o sete com as outras crianças do lado de fora da igreja. A palavra sexo até uma boa parte de minha vida não me dizia nada, palavrão se dito era motivo de castigo, e até umas palmadas dependendo da situação em que fosse dito. Meus artistas favoritos eram jota Quest, los Hermanos, Tim maia, Michael Jackson... meus jogos favoritos, super Mario , donkey kong, e o máximo de violência era Mortal Kombate e Street Fighter. Dormia na casa de meu melhor amigo com frequência, e toda vez dizíamos que naquele dia faríamos uma rebeldia e ficaríamos acordados até amanhecer... Mas é claro que antes da meia noite já estávamos dormindo! Responder os mais velhos era coisa muito grave, responder a mãe era considerado pecado com direito a pedir perdão a DEUS... Nadava em rios, tinha cachorro, gato, coelho e um papagaio, com cinco reais me considerava rico. E hoje sei o quanto minha infância me ajudou na faze adulta, o quanto minha inocência me fez feliz, e o quanto o direito de ser criança é valoroso para a alma humana! Algumas crianças de hoje estão perdendo a melhor faze de suas vidas agarradas a tecnologia, a vaidade, e principalmente ao mimos dados por seus pais. Algumas crianças passam horas em frente ao computador, não sabem o que é subir em uma arvore, se julgam adultas, e acabam por crescer tristes e nervosas. Não sou contra a se ter acesso ao novo, e sim sou a favor de se equilibrar o novo com o clássico, em que criança é criança e ponto final.   FRANCISCO MANIÇOBA

2 comentários:

  1. olá Francisco
    gostei muito dos seus textos.
    Esse principalmente, eu tbm tenho lembranças assim
    e hoje em dia tudo é tão rápido sem novidades,
    parece que as crianças já sabem de tudo,eu não sei se os pais é que se cansam mais rápido do que os nossos ou elas já nascem sabendo o que quer da vida rs

    Estou seguindo tbm,obrigada por me seguir
    At+
    http://rob-umarosaazul.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde, tudo bem?
    Entrei para conhecer seu cantinho. Gostei muito de tudo que vi. Parabéns o blog está lindo. Já estou seguindo. Depois passa lá no meu cantinho também, será um prazer, ótima semana pra vc, bjs
    Claudiana
    http://encantosempontocruz-barbie.blogspot.com

    ResponderExcluir